Menu Principal

Link´s Rápidos

Workstation x computador gamer: qual o melhor?

Computador gamer em ação

Se você já pesquisou por um computador, provavelmente já encontrou termos como Workstation e computador gamer. Sabemos que muitas vezes as especificações não são claras e pode ser difícil entender as verdadeiras diferenças de hardware e software que essas máquinas podem ter.

No entanto, existem diferenças significativas e substanciais entre um computador gamer e uma workstation. A maioria delas depende de como você precisa usar o PC, confira a seguir quais são elas!

O que é uma Workstation?

Workstations são computadores destinados ao uso por profissionais, especialmente aqueles que realizam algum tipo de tarefa de computação intensiva. Pode ser um engenheiro executando um programa de modelagem 3D, um artista digital renderizando animações ou um cientista de dados fazendo pesquisas. Seja qual for o caso, essas pessoas precisam de mais potência do que você encontrará em um PC comum.

Os recursos que definem mais prontamente uma estação de trabalho são um processador poderoso e, geralmente, muito mais RAM do que você encontrará em um computador regular.

Workstations costumam ser feitas especificamente para manter o desempenho alto da máquina ao longo do tempo, o que faz com que seja o computador ideal para quem busca alta performance.

O que é um computador gamer?

Como uma workstation, um computador gamer deve ser mais forte do que um computador comum.

Os jogos modernos exigem especificações técnicas cada vez mais altas, e é por isso que um PC para jogos poderosos requer peças muito melhores do que a maioria dos usuários que não jogam.

Mas rodar jogos é um tipo de processo muito específico, e os computadores gamers são otimizados especificamente para essas necessidades.

Workstation x computador gamer, quem ganha essa disputa?

As diferenças entre uma workstation e um computador de jogos geralmente variam de um componente para o outro, confira nossa comparação.

Processador

Em geral, a maior diferença entre um computador gamer e uma workstation se resume ao processador usado por cada tipo de máquina. Quase todo computador que se autodenomina uma estação de trabalho terá um processador poderoso. Mas as estações de trabalho costumam usar processadores otimizados para processamento paralelo, não especificamente para jogos. Esses processadores geralmente vão muito além de qualquer coisa que um jogador possa querer ou precisar, como um Intel Xeon ou AMD Threadripper.

Placa de vídeo

A placa de vídeo é, geralmente, o componente central de um computador gamer. Mas pode ser tão importante dentro de uma estação de trabalho se essa máquina deve assumir modelagem 3D, edição de vídeo e tarefas computacionais intensas semelhantes. Entre as GPUs, os maiores fabricantes são NVidia GeForce e AMD Radeon.

Essas duas marcas possuem uma linha de GPUs específicas para workstations, Quadro e RadeonPro. Eles diferem das placas de vídeo comuns porque oferecem uma quantidade maior de memória de vídeo, são otimizados para software orientado para GPU em vez de jogos e oferecem velocidades de clock geralmente mais altas.

Memória RAM

Quando se trata de RAM, você não precisa de muito para rodar um bom PC para jogos. Ter 8 GB de RAM é quase o padrão hoje em dia, e isso é mais que suficiente para jogar virtualmente todos os jogos de PC que existem.

Por outro lado, as workstations geralmente requerem grandes quantidades de memória RAM para processamento intensivo de dados. As estações de trabalho comuns podem ser encontradas transportando entre 32 GB e 64 GB, com máquinas de ponta atingindo 128 GB e além.

As estações de trabalho também tendem a usar um tipo diferente de RAM, denominada memória de código de correção de erros (ECC). É um tipo de RAM que pode melhorar a estabilidade dentro de programas e evitar a corrupção de seus dados, que gerencia por ser excelente na detecção de corrupção de dados dentro de si mesmo — o que pode aumentar a jogabilidade se o seu objetivo for jogar.

Quais são as semelhanças entre os dois?

No que diz respeito ao resfriamento, componentes mais poderosos produzem mais calor. Mais calor requer mais resfriamento. Tanto os PCs para jogos quanto as workstations usam componentes poderosos e ambos tendem a usar soluções de resfriamento igualmente fortes.

Da mesma forma, não há muitas diferenças entre workstations de jogos quando se trata de armazenamento. Placas-mãe e gabinetes de workstation são geralmente equipados para acomodar um número muito maior de unidades de armazenamento, mas essa é essencialmente a única diferença.

Quais as diferenças?

É a diferença entre um caminhão de carga de última linha e uma Ferrari. Ambos têm poder, mas é um tipo diferente de poder. Nesta analogia, as workstations são os caminhões. Elas podem exceder em muito a potência de um PC para jogos, e suas peças geralmente são mais resistentes.

Embora as workstations possam não ter o estilo de um carro esporte, elas têm uma funcionalidade inegavelmente alta quando se trata de tipos específicos de tarefas.

Se você tem interesse em adquirir uma workstation, saiba que excelente uma solução para comprar uma máquina de alta qualidade por um preço acessível é optar por produtos seminovos — como os que a Agasus oferece.

Apostando em workstations seminovas, é possível encontrar o equipamento perfeito para jogar com alta performance, garantindo segurança e um ótimo custo benefício.

Quer saber mais sobre a Agasus e encontrar a workstation perfeita para jogar? Acesse o nosso e-commerce e confira nossas opções!

Compartilhe esse conteúdo:

Deixe um comentario

Siga Agasus

Últimos Posts

Agasus no youtube

Categorias de Post